Quem foi Marta Ballina?

Ontem postei uma foto linda de um bolo não menos lindo e provocante feito pelo Beto (não, não é o Beto Jamaica!). A Fabiana (boleira de mão cheia) acabou se inspirando e mostrando em seu blog que também tem talento e comentou sobre Marta Ballina.
Inacreditável! Na semana passada esse nome martelava na minha cabeça ruiva. Me lembrei dos intervalos comerciais do Cozinha Maravilhosa da Ofélia, dentre os quais, um merchandising bem tosquinho (no melhor estilo 1406 das meias-calça Vivarina) e longo que repetia: "Peça agora mesmo o seu vídeo 'Confeitando Bolos com Marta Ballina'".

Só me lembro que eram esculturas comestíveis ("Mãe, é de verdade?", perguntava a rechonchuda curiosa) que eu voltei a ver depois de anos (em alguns programas de tv e no hall da faculdade de Gastronomia - obra dos alunos da Confeitaria).
O nome Marta Ballina também martelava na minha cabeça fogosa durante as aulas de Confeitaria (que infelizmente detestei!) - "É muita lógica, muita Química, é diferente da Gastronomia", dizia a chef Demônio (como se Gastronomia fosse lúdica demais, zona demais - e é essa a real proposta, viu?). Isso me brochava, afinal, Josy Marmello é das Humanas, do prazer, das Artes, do sabor sem compromisso (a Química que se f***!).

Pois bem. Ontem a Fabiana me falou da tal Marta e hoje fui atrás de pelo menos uma foto dela. Achei.

Marta era "especialista em decoração de bolos artesanais", diz seu site. Começou a trabalhar quando era adolescente, na confeitaria de sua família. Era fera no marzipã, no caramelo e no chocolate (eita argentina arretada!).
Publicou livros, vídeos didáticos (que povoaram minhas lembranças) e em 1994 foi convidada a participar do Cozinha Maravilhosa da Ofélia.

E coitadinha! Marta Ballina morreu aos 47 anos num acidente, em 24 de junho de 1997.
Mas ficou a mãe dela, Nelly Ballina (que tem quase 80 anos e aparece nessa foto menor) e a irmã, Liliana. Ambas dirigem o Instituto Marta Ballina, as Edições e a Empresa Ballina.

Nota (venenosa) de Josy: Teve um tempo em que a mídia dita especializada (em quê?) quis atribuir a esse tipo de bolo o rótulo de blasées, cafonas... tentou. Hoje em dia, tem um pessoal que se auto-rotula como cake designer (é mais chique?) e se orienta por técnicas difundidas pela Marta Ballina no programa da Ofélia. Prefiro chamar os talentosos de boleiros, de escultores... Essas denominações "mudérrnas" me soam como modismos. Será que peguei pesado agora?

P.S: Meninas e meninos da Confeitaria, me desculpem. Não tenho cacife pra falar sobre o tema, me julgo leiga no assunto. Escrevi baseada em memórias da infância, em instinto de amante do prazer de fazer, tomei as dores das velhas boleiras de bairro. Apenas isso.

P.S2: G-Zuzzzz! Esse bolo aí é da maison Ruby's Cakes da Australia. Eu digo maison porque esse bolo seria aut coture total se fosse uma roupa. Muito Viúva Porcina pro seu gosto? Eu achei meio soutien da Victoria's secrets. Mas quem é que tenta fazer um desses?

6 comentários:

Nana disse...

hahahahahahahaha
Peguei você kkkkkkkkk
Dia 8 de março é aniversário de casamento, dia 22 de março é o meu aniversário e em abril é dia que eu criei o Manga com Pimenta, pode me xingar de "marditaaaaaaaaaaaaaaaaa".
Ai que lindo, o Manga é ariano hahaha
O meu professor falava que admira quem faz confeitaria tem a paciencia de santo, pq precisa ser tudo certinho e se errar começa tudo d´novo. Uma vez ele fez um bolo para um casamento e levou 10 horas entre erros e acerto para terminar, nunca mais quis saber hehehe
Beijos Ofélia Maniaca

Simone Izumi disse...

Eu também adorava assistir aos programas da marta ballina...ela tinha uma agilidade nas maos impressionante...de uma bolinha brotava uma linda bailarina...uma minhoquinha virava um macaco comendo uma banana.
Quem trabalha bem aqui em sp e era auxiliar (se nao me engano) da marta é a marcela sanches(z)...que trabalha tao bem qto!
bjs, josy!!

Josy Marmello disse...

Não Nana, eu diria outra coisa: você me pegou, sra. Ivo Holanda! (Agora saia correndo para não ser atingida pelo meu chinelão)

Simone, a mulher era inspirada mesmo. Pena que partiu tão cedo. O que achei bonita foi a história da família, que não parou, criando até o instituto com o nome dela. Isso é memória. Coisa bonita isso, não?

Fabiana Lima disse...

Josy, vi o teu post agora, e estou justo saindo do trabalho. Na minhas férias agora na Argentina, estive com a Liliana Ballina. Vou postar a foto e contar um pouco melhor a história...rs
Bjs!!!

avavasmira disse...

OI JOSY, COMO ESTÁ? PASSEI 1 E-MAIL PARA FABIANA, E PEDI A ELA Q LHE MANDASSE.NA VERDADE QUERO AGRADECER A VC, E A ELA, POR HÁ 9 MESES, TEREM ME FEITO ENTRAR EM CONTATO, APÓS QUASE 40 ANOS, COM A FOTO DE NOSSA QUERIDA ANGELITA ARGENTINA MARTA BALLINA.A PARTIR DAÍ, EU,Q SOU MEDICA EM SP, E CONFEITEIRA FRUSTRADA, COMECEI UM PROJETO SOCIAL DE ENSINO AOS ADOLESC. CARENTES , NA ARTE DA CONFEITARIA. ESTE PROJETO É APADRINHADO, TAMBÉM POR CECILIA MORANA, DE B.AIRES.SE TIVER DUVIDAS, ENTRE EM CONTATO COM ELA, POR FAVOR. O FATO É QUE QUERIA CONVIDAR VC E FABIANA PARA A FESTA DE INAUGURAÇÃO DO PROJETO, AQUI, E NA ARGENTINA, POIS FOI DEUS, MARTA, VC E FABIANA, QEU, SEM SABER FORAM AS IDEALIZADORAS ESPIRITUAIS DE TUDO ISTO. TE ADMIRO MUITISSIMO, E ESPERO QUE NOS HONRE C/ SUAS PRESENÇAS.SOU SUA FÃ.OBRIGADA POR EXISTIR, E OBRIGADA POR ME REAPRESENTAR MARTA, E TER A """IDEIA"""DESTE PROJETO Q VAI MUDAR A VIDA DE CENTENAS DE PESSOAS.MEU E-MAIL: AVAVASMIRA@HOTMAIL.COM
MEUNOME É ALTEMIRA VASCONCELOS ARAUJO. BEIJOS, EU E LOS CHICOS CONFITEROS LHE AGRADECEMOS.ALTEMIRA

Dra.Altemira V.de Araújo disse...

Josy, quero agradecer muitíssimo a você, por ter sido a primeira pessoa que me pôs em contato com este verdadeiro anjo na Terra, chamado Marta Ballina.Você não pode sequer imaginar quais desdobramentos este seu ato de publicar a foto dela está tendo em minha e em muitas vidas também.Que Deus te abençoe para todo o sempre.Se quiser conhecer mais a nosso respeito, acesse o blog emagrecerbrincando.blogspot.com, e veja lá, inclusive, meu especial agradecimento a sua pessoa.
Beijos.Altemira Araújo

Blog Widget by LinkWithin