Pergunte para sua mãe - Os seriados que ela assistia

Pôxa vida, outro dia eu vi uma menina lá na Anhembi Morumbi perguntando "Quem é esse cara?". O cara em questão era Laurent Suaudeau, chef francês renomado que chegou ao Brasil na década de 80. Engraçado é que essa molecada sofre de "alzheimer precoce", só pode. Conhecem todos os chefs "da moda", sabem os nomes de todos (de ouvir falar, porque na última sexta-feira, pouca gente sabia que o Ferran Adriá que apareceu na Anhembi Morumbi era o mesmo da espuma - ou vômito de bebê, como queiram).

Para complicar ainda mais as cabecinhas dessa criaturinhas, Josy Marmello - a Terrível traz mais um episódio da série "Pergunte para sua mãe".
Começo pelos seriados que ela assistia quando você, que tem menos de 20 anos, não era nem um projetinho.

1) Os Pioneiros - Seriado exibido entre as décadas de 70 e 80, que mostrava o cotidiano de uma família norte-americana do Velho Oeste. Nesse tempo ainda não tinha a Patrícia Pillar pronunciando "merda", "vaca" e outras pérolas do tipo no dito horário nobre da Tv, nem a Sra. Postiça Rolling Stones entrevistando meninas "da vida", que "têm muito a dizer".



2) Chips - Quando essa série passava na Tv, a mulherada pedia ao marido que emprestasse a chave do carro para visitar a mamãe na esperança de que o traste não fosse e que pelo caminho encontrasse os atores de Chips numa blitz do DSV (que hoje é CET). Eita mulherada safada...



3) Magnum - Havia quem gostasse de um bigode e nesse caso, Magnum estava lá, de prontidão. Tom Selleck interpretava um detetive que resolvia tudo (ou quase tudo, já que o cara não ia até a casa da sua mãe para trocar a resistência do chuveiro!). Camisa estampada, carros esportivos, praia... eis o ambiente do moçoilo.



4) S.W.A.T - Essa eu desenterrei! Nos dias de hoje, esses caras seriam a escolta ideal (qual motoqueiro seria louco de chutar o seu retrovisor ou querer levar a sua bolsa ou notebook de dentro do seu carro?). Seu pai assistia mas a sua mãe vibrava, ao pensar que uma aula de tiro não seria má idéia (ela pensava nisso toda vez que se deparava com aquela vizinha fofoqueira).



Por acaso alguém assistia a isso tudo ou só eu?

2 comentários:

Mari Azevedo disse...

Oi lindona!!
Como nasci em 1978, acompanhei um pouco desses seriados... aff, o Chips, eu adorava... lembro que pedia para meu pai (eu com 2 ou 3 anos de idade), "vamos ver o Poncherello"?? hehehehe, ô nostalgia boa viu!!! =P
E você, como sempre, super bem humorada e querida, né??
Adoroooo!!!
Super beijo!

Téia disse...

Josy, eu assistia a todos,igual a Mari com 2 ou 3 anos, rárárá, quem me dera, acho que com 9,10 anos seria o certo. Claro que Chip e o Magnum eram os melhores. O Chip com o Eric Estrada, um dos primeiros latinos a fazerem grande sucesso na TV americana, que gato! Aff, e o Magnum? Até hoje sou fã do Tom Seleck, com bigode ou sem bigode, este seriado eu via já adolescente, por causa das 450 reprises da Globo, com aquele charme, um salvador sempre educado, em seu carro vermelho, e aquela cara de homão com aquelas covinhas contrastando. Não aguento...Sabe o mais engraçado? Juro, juro, ontem assisti a uma reprise em um canal da SKY do Magnum, acredeita? Ai, ai, recordar é viver. Bj querida.

Blog Widget by LinkWithin