Moda - Brechó da Dadá (ou Agora é Meu!)









Há anos frequento brechós - há muito tempo mesmo, antes de se transformarem em cult. Muita gente me perguntava se eu não tinha "receio" de comprar roupa usada. Receio por quê? Até agora nenhum defundo veio puxar meu pé à noite para cobrar aquele suéter ou aquela saia...

Gosto de brechós sem frescura, sem muitos holofotes. Geralmente, na região dos Jardins, os brechós vendem peças que custam os olhos da cara, praticamente preço de peça nova. Vale ressaltar que, como diz uma amiga, nessas peças já está embutido o preço do IPTU (Imposto de imóveis).

No último sábado, recebi um convite de uma amiga minha (Kelly) para uma "passadinha" ao brechó que ela frequenta. O tal brechó fica em Santo André, região metropolitana de São Paulo (mais exatamente numa parte mais isolada da

Rua Siqueira Campos, bem no centro da cidade). Chama-se Agora é Meu, ou como ela mesma diz, Brechó da Dadá (que é a dona do estabelecimento).

Logo de cara, me deparo com uma casa bem conservada, repleta de objetos antigos (desde um ferrinho de passar italiano do começo do século XX, até rádios, brinquedos, vestuários antigos das décadas de 30 a 50). Lógico que pirei, né gente?
Na sala da casa, uma "bagunça" bem interessante que a dona faz questão de descrever como um "Fique à vontade", "Pode procurar o que quiser". E é justamente esse o diferencial do Brechó da Dadá. Ninguém fica no seu pé, você consegue se sentir em casa!

Passei horas lá dentro, vendo discos de vivil, calçados, objetos de decoração, utilidades domésticas, batendo papo... a hora passou depressa e eu ainda saí de lá com a sensação de que deveria ter procurado mais coisas.
Os preços? Oh sim... inacreditáveis! Roupas em perfeito estado de conservação, alguns calçados praticamente novos (há pouco mais de um ano, contou minha amiga Kelly, que comprou um par de scarpins da Ellus por míseros R$12,00! - é sério, porque eu vi).
Muita gente vai lá para comprar roupas de época, para festas temáticas, mas não é difícil encontrar terninhos, calças, casacos de inverno... tudo por ótimos preços!
Na última foto, a simpaticíssima e super-antenada Dadá, dona do brechó mais style de Santo André (SP)
Nas duas primeiras fotos, respectivamente, a geladeira e o fogão que eu quis comprar mas que segundo a dona, "São da casa, não estão à venda" (que pena...)

2 comentários:

Neyma disse...

Amiga querida,
De uma passadinha no Vó Mindoca que tem um premio para vc!!
beijinhos

Ana Paula de Andrade disse...

josynha, luxo!
quanto tempo não deixo um recadinho pra você, né? mas continuo passando, lendo...

saudades de você!

vamos marcar! preciso abrir aquela garrafa de don perignon 2000...

como anda a vida?

sorte pra nós!

beijo!

Blog Widget by LinkWithin